13/03/2012

Histórias da minha vida e novidades: a peça fetiche desta estação!

Queridos Amigos,
Mais uma (in)confidência que já vão sendo muitas neste blog. Quando era miúda,  anos a fio,  passávamos férias de Verão nas praias de Barcelona.
E uma vez -  tinha 14 anos - de lá vim a chorar dias a fio com a paixão que lá deixei. Chamava-se Gunther, era alemão e tinha... 38 anos. Apaixonei-me por aqueles 38 anos (a não ser o meu pai e os meus tios, nunca tinha convivido com nenhum rapaz daquela idade a dizer-me aquelas coisas maravilhosas) e por aquele  metro e noventa de "Adónis" . "Amores de praia enterram-se na areia", dizia a mãe vezes sem conta  a ver que nada me consolava do facto de nunca mais o ver na vida.  Mas depois,

um par de anos mais tarde, já foi no Algarve um italiano que eu penso que devia ter um charme incomensurável. Bem, usava mocassins (italianos ...) sem meias e acho que me apaixonei foi por aqueles sapatos sem meias, ou pelos pés sem meias nos sapatos (aqui ninguém ainda se atrevia naquela altura) pelas camisas de linho de corte impecável e por aquele charme que esbanjava por por todos os poros. E pelo perfume, claro. Bem, o que conta para a história é que este italiano (curioso, não me lembro do nome e não tenho aqui uma das minhas irmãs que foi "cúmplice" desta paixão de verão  e que se deve lembrar) fartou-se de me tirar fotografias que levou com ele. Fotografias de rua, note-se. Agora escrevo isto e começo logo a pensar nas porcarias que para aí se fazem e até me arrepio. Nesta altura nem havia internet e não passava pela cabeça de ninguém fazer isso. Eu era apenas uma garota de que ele gostou e quis ficar com fotografias, em mil  poses diferentes e ainda hoje penso como é  que terão ficado essas fotografias.
O que conta para a história é que este homem - italiano, de Milão dos mais estilosos com quem me cruzei na vida - me disse (para além de elogios que aqui não ponho pois não vêm ao caso) que gostava imenso que eu usasse fato de banho porque era mais elegante e muito mais atraente porque guardava o que não ficava à vista e isso era - para ele - um must de mistério numa mulher (eu era uma garota na altura!). Deste rapaz para a história é o que ficou (para além das fotografias que me tirou e que não é para me gabar devem ter ficado o máximo,... devia ser um artista e se fosse hoje teria um blog ... não tão giro como este mas quase, quase). Vem aqui a história deste  italiano, paixão de verão, que queria vir a Portugal visitar-me, o que o Pai proibiu porque, na altura, era simplesmente assim. Eu era menor e ele um homem feito e muito, muito vivido. O charme que ele tinha, tinha eu de ingenuidade. Bem, mas vem aqui para a história porque, quando me lembro dele, lembro-me sempre da história do fato de banho. De ele me dizer que se sentia infinitamente mais atraído por uma rapariga de fato de banho do que de bikini. E é isto!
Nesta onde de vintage, de revivalismo, de ar retro, do voltar às origens (já perceberam que eu fico fascinada com isto) há uma peça que voltou em força e num look que não poderia ser mais vintage e lembrar as décadas de 50 e de 60. E se dúvidas houvessem, aqui vou pô-los retirados das coleções desta mesma estação (primavera verão 2012). Acho que é a peça "fetiche" deste Verão, embora venha em força. Ora vejam lá:

Chanel Spring 2012 Ready-to-Wear

Chanel

 Chanel Spring 2012 Ready-to-Wear

Chanel

Prada Spring 2012 Ready-to-Wear

Prada

Emanuel Ungaro Spring 2012 Ready-to-Wear

Emanuel Ungaro
 Bottega Veneta Spring 2012 Ready-to-Wear
Bottega Veneta
Michael Kors Spring 2012 Ready-to-Wear
Michael Kors

Michael Kors Spring 2012 Ready-to-Wear
Michael Kors
 Michael Kors Spring 2012 Ready-to-Wear
Michael Kors

Etro Spring 2012 Ready-to-Wear
Etro

Donna Karan Spring 2012 Ready-to-Wear
Donna Karan
Marni Spring 2012 Ready-to-Wear
Marni

Missoni Spring 2012 Ready-to-Wear
Missoni EU QUERO ESTE. QUERO.QUERO. Mas não o vou ter


Marc by Marc Jacobs Spring 2012 Ready-to-Wear 

Marc by Marc

Tommy Hilfiger Spring 2012 Ready-to-Wear
Tommy Hilfiger
Tommy Hilfiger Spring 2012 Ready-to-Wear
Tommy Hilfiger

Chanel Spring 2012 Ready-to-Wear
Chanel


Bem este ano não vai faltar um fato de banho destes, com ar retro, num roupeiro de uma rapariga com estilo. Rapariga estilosa que encontrará um príncipe encantado que lhe dirá: aqui está a mulher mistério que quero descobrir.
Bem... encontrará ou já encontrou. E se já encontrou o que vai ouvir é: que linda está a minha moça. E se o não disser há-de pensá-lo (muitos homens não dizem, mas pensam e ficam orgulhosos). 
Bem e se for aquele da Missoni... acho que vai haver furacão ... de estilo, claro.


Beijos da vossa Maria e ... boa praia ....
Que romântico!

6 comentários:

Anónimo disse...

Adoro todos!! Tão lindos e tão elegantes!! Penso que este ano vou trocar o bikini... O único problema é estas pequenas maravilhas serem tão caras...

Anónimo disse...

Já no outro dia namorei esse fato de banho com bolsos e gola azul numa revista! Obrigada por mo recordar ;) beijinho Diana

Anónimo disse...

Lindissimos! Escolhia para mim o da Prada. Carla M.

kika disse...

Querida Maria, obrigada pelas histórias e pelas sugestões!!
É impressionante como nos sentimos muito mais FEMININAS quando estamos BEM vestidas, quando não mostramos TUDO, quando sabemos guardar a nossa INTIMIDADE!!
Também já usei bikini, mas a dada altura decidi-me pelo fato-de-banho (e não foi por ser gordinha ou mal feitinha, foi por opcção!)
A quem (ainda) não fez esta escolha, uma sugestão: experimentem!!! Experimentem neste verão (vai haver tanta escolha) usar esta peça (que ainda por cima é MIL vezes mais elegante) e vão ver que já não vão querer outra coisa. Porque vão sentir-se muito mais MULHERES, muito mais ELEGANTES e muito mais LIVRES!!

TeresaHU disse...

Obrigada por elevar o estilo das mulheres portuguesas!

Maria disse...

Teresa! O bom para mim é ouvir-te e ter estas raparigas tão estilosas a vir aqui. É assim que me inspiram. Vai-me dizendo sempre tudo, com sugestões e muitas participações. É importante "ouvir-vos" aqui e tão bom para mim. Um beijinho e ... até breve. Ando cá com uns projetos na cabeça... depois da Páscoa, pode ser?