27/07/2016

Os pés são a nossa base de apoio e não só.

O meu interesse por pés dava um tratado e deve ter começado com a história da Cinderela, mas acaba no facto de que olho para os pés e vejo os seus donos (e também imagino os pés pelos donos). Depois é bom (muito bom) "pôr-se nos pés" das outras pessoas.
Num blog de moda, impõe-se partilhar a minha maior descoberta dos últimos tempos e seguramente uma das melhores.
Desde sempre que me lembro de embirrar com os calcanhares gretados. Como é uma das minhas pancadas, ando sempre à procura de "gadgtes", cremes e outras coisas. Este ano descobri a vaselina e é tão barata, tão eficaz que para aqui vem este pequeno grande segredo!
Inconveniente: não se pode usar com muitos sapatos porque os pés escorregam imenso e à noite suja os lençóis (o ideal para uma hidratação profunda seria dormir com os pés bem untados com meias de algodão, mas com este calor é mesmo impossível) . Mas tudo isso vale a pena para uns resultados de primeira linha. Aqui fica, na fotografia, a marca que uso, da farmácia e que julgo que não chega a custar 2 euros (Este ano não usei a lima eléctrica dos pés).
Mais uma dica: se têm sapatos com tiras apertadas, é só barrar os pés com isto e dar umas voltinhas pela casa: alargam o suficiente para andar com folga e não magoarem!

Metalizado.

Verão metalizado. 
O material é o mesmo das galochas (lembram-se?) e o efeito é o mesmo que os chinelos de dedo mas totalmente fora do contexto de "chinela no pé". 
Ou seja: também para a cidade, para os recados ao lado de casa, para andar sem amarras nos pés.
Mas também: fora de tudo aquilo em que nós não queremos estar e onde não queremos cair. 
...Que nunca nos fuja o pé para o chinelo...
Armani Jeans

12/07/2016

Viva Portugal.

Dizem que foi a segunda vez que ganhámos aos franceses, desde que nos invadiram com as tropas do Napoleão, o que não foi há tanto tempo assim (mas eu tenho para mim que as piores invasões são as que não se vêm: as das ideias, dos costumes e isso daria tanto que falar...).
No que toca ao Jogo da Final do Europeu, o que fica para a história é que os franceses tinham por certa a vitória porque os "petits portugaises" eram tão descartáveis que já estavam vencidos mesmo antes do jogo. Só faltava afastar o único potencial obstáculo que era o Ronaldo, Quem bem o pensou, melhor o fez, com um "toque"certeiro no joelho problemático do "nosso" Ronaldo que o árbitro não assinalou (viu?).
Afastado o obstáculo, os franceses esqueceram-se foi de quem faz o mal dele nunca tira um bem para si. Nunca. É certo que de grandes males, Deus tira grande remédios, mas nunca premeia o autor do mal com o bem. E foi precisamente a circunstãncia da saída do Ronaldo e uma equipa absolutamente fabulosa e unida que nos deu a vitória.
VIVA PORTUGAL!| 

E a economia portuguesa vai melhorar com esta vitória!

P.S.: Quantas coisas nas nossas vidas passam do "pesadelo ao sonho" como viveu o Ronaldo nestes 120 minutos de jogo! Quantas!!!!!

Para citar o Libération: a equipa portuguesa evoluiu, coletivamente, para um nível estratosférico, numa noite em que lhe roubaram o senhor e mestre Cristiano Ronaldo, lesionado no início, o que mostra que o futebol ainda é um jogo que se joga de forma coletiva  

"Os" sapatos.


Na coleção inesquecível da Chanel Outono-Inverno 2015, o Karl Lagerfeld pô-los nos pés de todas as modelos em todos os looks, sem excepção. Desde aí tornara-se "os" sapatos. Os mais queridos, os mais cobiçados, os melhor fotografados em "street style". Por todos os motivos e mais algum.
Calou as bocas que proibiam os saltos médios e atirou-os para o centro das atenções.
Passaram a andar acompanhados por tudo, passando pelos jeans até aos fatos de casamento.
O formato ergonómico dá-lhes elegância, o que os transforma nuns sapatos absolutamente intemporais (acho que o molde deve ter sido retirada dos modelos da Mademoiselle: será?)



















Com tantos sapatos "inspiração", perguntei há 2 anos na Uterque se não os iriam fazer. Não. Disseram que Chanel não encaixava no espírito minimalista da Uterque (e os Valentino? e os Dior? encaixam? Pensei eu….)

Pois eis que agora vieram. Não estiveram no site mais de um dia. Esgotaram num ápice. Há dois meses que estão no site com indicação"coming soon". Não são iguais aos originais, nem pensar. Mas são muito idênticos, sobretudo a parte da frente (que pena a tira no peito do pé!!!!... encurtam a perna e o pé e cortam a elegância...) mas  estão super .... aprovados!!!!




Geniais estes ténis da Uterque .
E se for com um vestido muito girly e naïf como este da Max  Co?






08/07/2016

Fendi.

Em imagens mágicas, de uma beleza deslumbrante, a Fendi celebrou os 90 anos com o desfile das modelos em cima da Fontana di Trevi em Roma.

Podem ver tudo aqui que vale a pena


07/07/2016

Beleza.

Intemporal. Elie Saab. Mágico.

Radar.

É sempre uma relação amor-ódio, mas depois de décadas a odiarmos os logotipos, eles vão voltar a usar-se.
Depois da mega desejada Dionysus da Gucci, agora é a vez da Dior.
Será que vamos repescar as dos anos 80 das nossas mães?


Dior na Uterque

Apareceram nesta coleção pela mão de mestre da casa Dior. Depois encontrei-os na Uterque.



Infelizmente os que havia na Uterque, já sairam do site. restam estes, agora em saldos (tacão de 10 cm: altos):