15/04/2014

"Indispensáveis" Primavera / Verão 2014!

Franjas: ou se gosta ou não se gosta. 
Eu gosto, sempre gostei. Por isso, sempre usei.
Agora estão na fila da frente da "ordem do dia " e preferimos se forem em acessórios.
Embora haja outras peças que nos conquistam sem sobra de quaisquer dúvidas.



Mais:

14/04/2014

Festa de Anos em Casa.

Aprendi - dolorosamente - que enquanto cá estamos temos de aproveitar todos os momentos com os que
estão connosco. Aniversários de anos, de casamento, de início de namoro, festas (vem aí a Páscoa!). Eu sou muito festeira. Gosto de festas. Agora de maneira diferente, é certo. Adiante.
Cansada que nem uma mula, senti falta de inspiração, mas fiz tudo, como é costume (com excepções em festas especiais com muitas pessoas) sozinha, ajuda aqui e ali dos que me apareciam mas muito pontual. Tudo bem. Eu distraio-me imenso a cozinhar e "des-stresso" a arranjar a casa.
Compras feitas em dois finais de tarde porque vai a um e não tem tudo e volta a outro no dia seguinte. Ok. Tudo normal, portanto. E foi no sábado. Comecei por ir ao final da manhã ao mercado de Campo de Ourique à senhora das flores que me conhece há x + x anos (é melhor nem dizer quantos: foi pela mãos dela que passaram os arranjos das primeiras comunhões e dos crismas dos meus filho
s. Arranjou-me uns molhos de flores amorosas: margaridas, cravos cor de rosa e ofereceu-me algumas gerberas - afinal a festejada era uma rapariga! - mas muito altas. Cheiravam tão bem e eram tão bonitas que não tive coragem de pedir outras. Depois ofereceu-me ainda alguns ramos (muito querida mas, afinal, somos amigas de longos anos!).
Mal cheguei a casa, entre fazer um refeição para alimentar 20 pessoas, pensei logo que não iria por aqueles ramos no centro de mesa. Eu queria um centro de mesa baixo, muito baixo. Por isso, pensei no que tinha. Única condição: cores vivas. Fui buscar couve flor, abacaxi, pimento amarelo, chalotas rochas, quiwis, laranjas, limões, limas, nabo, courgete, beringelas, uvas, tomate em rama (cheira e sabe maravilhosamente), maçãs reineta, golden e vermelha, bananas e salpiquei-as com as gerberas. Tudo o que tinha...
Deixei as flores altas para outros arranjos. No final de contas, tudo pode ser feito aproveitando o que temos e sem custos adicionais. Desta vez lembrei-me de alguns quadros de pintores clássicos, de naturezas mortas que misturam tudo e inspirei-me neles. Apeteceu-me ... ter um faisão!!! Mas não tinha e não pus...



12/04/2014

Foram muitos elogios. Hoje. Da In-mage.

Esta vem para aqui porque foram muitos elogios hoje. De quem menos esperava e com uma exclamação genuina. Ok. Opiniões. Mas não é só isso.
É que é de uma loja que descobri no Príncipe Real com coisas muito, muito giras e a bons preços e que se chama  in-mage . O Príncipe Real é agora uma zona de passagem obrigatória nos roteiros de moda, novidades, coisas diferentes, alternativas e muito apelativas.
Mas entrei na in-mage e tem uma coisa impagável em matéria de moda: uma senhora encantadora, que nos põe no coração e que é absolutamente sincera na hora de dar a opinião. É capaz de dar um rotundo "não" porque quer ver as pessoas bonitas com coisas que lhes fiquem bem e que, como ela diz, "digam bem da loja". Como eu a entendo! Quantas vezes penso eu que a roupa tem de contar uma história bonita sobre nós! GOSTEI IMENSO. E... detesto lojas em que as vendedoras dizem "fica-lhe tão bem!" e uma pessoa olha e apetece-lhe gritar para a vendedora:"a senhora tem mau gosto ou é mentirosa?" e para a Cliente:  "não leve! fica-lhe simplesmente HO-RRÍ-VEL. Fuja já daqui!"
Vamos ver:

11/04/2014

Andamos a ser lidos. Boas escolhas.

Parece mesmo que andamos a ser lidos e seguidos. Boas escolhas. Mesmo quando são as de uma princesa e são para andar pelo mundo inteiro. Neste caso da Nova Zelândia para as revistas e televisões do mundo inteiro. De qualquer forma, atenção: o blazer começou por andar no Blog da Maria... e as riscas ... nem se falam.... :) :) :)


Bom Fim de Semana

Não esquecendo que hoje é 6ª feira da Quaresma, aqui vai com o desejo de um .......
..................................BOM FIM DE SEMANA!!!!!!!


Ingredientes
·                                 Gelo: 6 a 8 cubos
·                                 Lima: 1 rodela
·                                 Tomilho: 1 ramo
·                                 Canela: 1 pau
·                                 Gin Mare: 5 dl
·                                 Água tónica Fever Tree: 1 garrafa

Preparação

Colocar o gelo dentro do copo e mexer para que o copo fique bem frio.
Colocar o pau de canela.
Passar com a lima no rebordo do copo para aromatizar. Deitar a lima no copo.
Queimar o tomilho para libertar o aroma e juntar aos outros ingredientes.

Colocar uma medida de gin (5 dl) e depois a água tónica, rodando a colher para não perder o gás.

tAMBÉM ME FALARAM EM 

Ingredientes

·                                 Gelo: 6 a 8 cubos
·                                 Lima: 1 rodela
·                                 Tomilho: 1 ramo
·                                 Canela: 1 pau
·                                 Gin Mare: 5 dl
·                                 Água tónica Fever Tree: 1 garrafa

Preparação

Colocar o gelo dentro do copo e mexer para que o copo fique bem frio.
Colocar o pau de canela.
Passar com a lima no rebordo do copo para aromatizar. Deitar a lima no copo.
Queimar o tomilho para libertar o aroma e juntar aos outros ingredientes.


Também me falaram em juntar tomate "cherry" e outras coisas, mas a minha cabeça não dá para tanto.


.....DESFRUTEM!!!!!....

09/04/2014

Há 2000 anos. Inspiração.

Foi há 2.000 anos, mais coisa, menos coisa. Pilatos perguntou-Lhe quem Ele era e Ele respondeu-lhe, mas o Pilatos não quis saber da resposta e encolheu os ombros. Depois iludiu-se, lavou as mãos mas foi-se embora triste e a história dele não acabou lavada como as mãos.
A pergunta continua sempre a ser feita, embora a resposta já tenha sido dada e não haja MAIS NADA a acrescentar.
2014 anos depois, o Bono dos U2, responde, em menos de 3 minutos.
E porque estamos na Páscoa, achei que era uma boa inspiração para este Blog.
Desfrutem!

"Insdispensáveis" - Alpercatas


"Indispensáveis" Primavera/Verão 2014? Não. Não. Não. Em matéria de moda não há "indispensáveis". Isso é seguidismo e, às vezes, falta de gosto ou tirania. Em minha opinião, claro.
O que importa é só o que nos fica bem. As coisas que contam uma história bonita sobre nós. Isso é que é "obrigatório" embora não seja "indispensável". Em minha opinião, claro.
Mas há coisas de que gostamos. Sempre. E que, de repente, voltam a estar na "ordem do dia". E ficamos contentes com isso. No, elenco para este ano, estão nesse rol as alpercatas.
E ... depois... é tudo uma questão de preço ou .. não só? A imagem é tudo... E cada um decide!


Zara (25,95 €)
.

Loewe (595 € )

Kisses da Maria


08/04/2014

Risca abaixo, risca acima. ... going on...

Risca abaixo, risca acima. Um efeito quase caleidoscópico. Bolinhas azuis salpicadas num vermelho que não é vermelho nem laranja. Cor suficiente para dar vida a uma cara sem reboco, marcada pela palidez do inverno rigoroso e pela cor única de um batom que não é vermelho e não é laranja. Boa companhia, portanto, para o fundo das bolinhas.
Vontade indomável de misturar flores, padrões étnicos e ... quadrados. 
Mais importante: temos sol, sol, sol. O sol que precisamos. E o resto... o resto... que, se a vontade é a de "não nos distrairmos da vida", ou seja, das coisas boas, todas as setas apontam para as que nos "caem ao colo" em quantidades absolutamente inesperadas e de sinal alucinantemente positivo. Que é sinal +. Um sinal que contém TUDO, sentido da vida incluído e de que andamos tão distraídos. 
Partiu desta vida o Manuel Forjaz, um homem completamente "in" em todos os sentidos, incluindo por se apresentar bem quando estava tão doente.  Mais um a quem peço que diga coisas boas de mim a Deus. Um dia serei eu. Um dia seremos todos nós. Está junto de Deus em Quem confessou a sua fé publicamente por inúmeras vezes, sempre com o (enorme) estilo que o caracterizava. E já que não somos anjos, é sempre melhor confessar a nossa fé com estilo do que com falta dele. E não me venham com tretas que até a Madre Teresa de Calcutá tinha um enorme - e muito consistente - estilo.
O tema hoje era "risca abaixo, risca acima"... misturadas, claro.

03/04/2014

Converse All Star com Miss Dior handbag. Mix! Mix! Mix! Ou simplesmente .... misturada.

Fringed leather skirt + Converse All Star + Miss Dior handbag.

Andava doidinha por usar as minhas Converse (modelo All Star) preto total (love it!) com a carteira Miss Dior e a saia de franjas preta de cabedal. Mistura total e improvável, mas andava filada nisto.
Não contente, pus uma gola de pedraria em cima da camisola.
Saiu assim (desculpas pelas olheiras, pela palidez e pela cara total e completamente sem qualquer reboco... para além do meu maravilhoso creme de dia skin activator da Herbalife, não tive tempo que saí a correr do ginásio... desculpas...adiante...):


02/04/2014

O drama do frigorífico.

Ontem chamei o homem do frigorífico porque a porta do congelador não fechava. Há uns dias, diga-se em abono da verdade. E eu a empurrar para fechar a porta cada vez que ía à cozinha.
Ficou marcado que o homem vinha hoje "entre as 9H30 e as 13H00 minha senhora". E veio... às 12H40. Adiante...
"Ok. A porta não fecha, o frigorífico faz um barulho que parece um porta aviões e está cheio de gelo por dentro. Há 3 semanas mudaram-lhe uma peça e eu acho que não ficou bem."
 Durante a manhã liguei duas vezes, às 10H38 e às 12H20 e sempre a mesma respostas: "minha senhora, é entre as 9H30 e as 13H00".
Chega o homem finalmente. Às 12H40, ou seja: no fio do arame.
Levo-o ao frigorífico: "está a ver? não fecha."
O homem olha para o frigorífico e olha para mim. Para o frigorífico e para mim (e eu a pensar: qual é o veredito? tenho cara de inspiração?).
 "Ó minha senhora a porta do congelador não fecha porque a senhora tem cá coisas a mais" .
 Na figura mais parva que uma mulher pode fazer diante de um homem que compõe frigoríficos, aterrei em vergonha e cérebro de galinha, "... huuummm.... tenho? acha? ... não tenho... Então não vê que eu até tirei as prateleiras da porta? Olhe, estão aqui, vê?".
Pior emenda que o soneto. O homem: "A senhora tem coisas a mais no congelador. A porta está boa."
"huuuummmmm... não pode ser... eu até tirei as gavetas da porta, não vê?"
O homem (a pensar "esta é das burras e tenho de arrepiar caminho que assim não vou lá"): "Quer verificar? Vou mostrar à senhora"
Desata a tirar coisas lá de dentro e a porta fecha hermética e fortemente. Sem problemas.
Estúpida, tudo bem. Todos temos os nossos dias. Mas... fazer figura de galinha diante de um homem que arranja frigoríficos e que tem mais que fazer??? e ainda por cima ao fim de 3 (três!) longas horas à espera dele....
E o pior de tudo é que, no fim, arranjo desculpas para a minha estupidez: "é a mania que tenho de meter o Rossio na Betesga".
Aconteceu hoje. Foi comigo. Mais um "assobio na curva" mas este foi mesmo de burrinha. Cérebro de galinha. E parece que nem me faltou cacarejar. E é sempre chato quando isso é revelado - provas dadas com comprovação - a um homem que arranja frigoríficos e que tem mais que fazer na vida. Bem podia ter-me chamado estúpida. Tinha toda a razão. E todos os motivos do mundo. Mas educadamente foi-se embora a pensar que "a diferença entre esta mulher e uma galinha são as penas".
E o pior vai ser quando tiver que o chamar outra vez.