16/06/2017

Supreendente.

Surpreendente.
Linhas definidas, sobriedade, elegância, estrutura, consistência. Um desenho que toca a perfeição, de um classicismo com origens conhecidas mas contemporâneo e mesmo nada óbvio.
Uma imagem atraente, para a qual contribui o styling igualmente a raiar a perfeição.
Poderia ter saído de um e-mail do lookbook de uma casa de luxo. Encontramos reminiscências Hermés, Nina Ricci, Tom Ford, Herrera, Mccartney ou Celine (com cortes) e até da Chanel.
A modernidade do preto com azul, a atração do amarelo-fluor em total look (menção especial para aquele cor de rosa - boneca no ponto perfeito para se manter no chique!). As slippers vermelho-escuro-beaurdaux (adoramos esta cor!) que mal se vêm passam a ser indispensáveis.
Tudo isto é Massimo Dutti. Uma linha saída da Inditex que temos verificado que nos últimos anos tem feito algo que nos parece impossível: posicionar-se num nível elevado e sair do target médio Será que vai conseguir? Parece que tudo depende do que encontrarmos nas lojas na próxima estação. Um patamar (ou muitos) claramente mais elevado, em gosto, em inovação, em elegância. Pena é que este novo patamar perca em democraticidade porque a elevação tem sido acompanhada no mesmo movimento dos preços desta marca.
De qualquer forma: aplaudimos com ambas as mãos.
Ah! Claro que também nos parece óbvia a "inspiração" que esta pre coleção recebe de tantos designers das casas de luxo. Mas que interessa isso quando vemos inovação genuína?























3 comentários:

Anónimo disse...

Tudo lindo, encantador! Passo pelas montras da massimu dutti e sonho. Infelizmente, é completamente inacessível para mim. Devo dizer que nem uma t-shirt básica consigo comprar lá. Os preços são completamente fora das minhas possibilidades...e pelos vistos, ficarão mais ainda.

Maria disse...

Temos de encontrar coisas mais em conta querida/o anónima/o , acessível para as suas possibilidades. Que bom que esteja aqui neste blog! Tem de ser para todos os bolsos. E às vezes os bolsos mais vazios são os que têm os melhores donos!!!!!

Anónimo disse...

Muito obrigada pelo seu comentário, querida Maria! Gosto mesmo de coisas bonitas, de qualidade, duráveis e quase sempre caras - e que por isso não posso comprar, e não compro mesmo. Depois, acabo por encontrar coisas mais ou menos bonitas dentro meu orçamento - e a maioria das vezes acabo por não comprar nada porque acho que não são um investimento suficientemente bom, ou gosto do corte mas não gosto do tecido ou vice-versa ou porque sinto que, ainda que as peças sejam baratas, fico a perder dinheiro, mais cedo ou mais tarde.
Por isso, qualquer sugestão de coisas bonitas, clássicas, mesmo que básicas, duráveis, versáteis...e mais em conta que maravilhosa massimo dutti, é muitíssimo agradecida!
Um grande beijinho!